Oficina de Terrários com os nonos anos

Imagem da Notícia
Um terrário (também conhecido como mini jardim ou little garden) nada mais é do que o ecossistema artificial de pequeno, ou grande porte, utilizado para desenvolver atividades relacionadas ao estudo dos ecossistemas e dos fatores bióticos e abióticos do mesmo.
É apresentado por historiadores  desde os tempos vitorianos, no século 19, como  técnica de cultivar plantas em ambientes internos. Foi em Londres que o primeiro modelo, Wardian Case, surgiu. Dr. Nathaniel Ward era um estudioso e colecionador botânico com 25.000 espécies e estava frustrado porque suas plantas (principalmente as samambaias) não estavam resistindo ao ar poluído de Londres em 1820. Resolveu então usar os jarros fechados de estudos de insetos para cultivar suas espécies botânicas. Assim, percebeu que isoladas dentro das mini estufas, as plantas se desenvolviam bem. Espalhou sua ideia e ainda publicou um livro On the Growth of Plants in Closely Glazed Cases. O Wardian Case se tornou o primeiro terrário e virou hit nas casas vitorianas. (Mais informações sobre o assunto disponíveis em: https://liliterrarios.wordpress.com/2015/08/21/como-surgiu-o-terrario/)
Com o intuito  de elucidar tais questões, no dia 05 de junho de 2018, data de comemoração mundial do Dia do Meio Ambiente foi desenvolvida uma oficina para elaboração desses mini ecossistemas, intitulados terrários.  A atividade contou com a participação de dois alunos de cada turma dos 9os anos, sendo que os mesmos foram selecionados a fim de multiplicar esses conhecimentos para os demais colegas de sala, com o objetivo de desenvolver as habilidades dispostas na Base Nacional Comum Curricular (BNCC): "justificar a importância das unidades de conservação para a preservação da biodiversidade e do patrimônio nacional, considerando os diferentes tipos de unidades (parques, reservas e florestas nacionais), as populações humanas e as atividades a eles relacionados." (P. 345)  .
A partir da problematização e após um piquenique colaborativo, a oficina foi desenvolvida no laboratório de Ciências da instituição, onde cada aluno construiu seu mini ecossistema dentro de recipientes trazidos por cada um. Por meio dessa proposta os(as) educandos(as) poderão acompanhar de perto o ciclo de água, do carbono, do oxigênio e a manutenção autossuficiente da vida das plantas cultivadas. Além disso, os mesmos puderam perceber o desenvolvimento e interação entre as espécies plantadas, a compreensão da importância do solo. Para alguns foi uma experiência única: plantar pela primeira vez.
Os terrários foram desenvolvidos com a professora Glenda, de Biologia e, ao final foram lacrados, pois um sistema de terrário fechado é ideal para se problematizar, também, o processo da fotossíntese.

Para Sá e Lopes (2017) em documento elaborado pela Sociedade Brasileira pelo Progresso da Ciência (2011) intitulado “Ciência, tecnologia e inovação para um Brasil competitivo” são feitas recomendações para a melhoria da formação dos alunos do ensino básico em ciências e tecnologia. Dentre as recomendações, está a remodelagem do ensino de ciências para além de aulas expositivas por intermédio de aulas em laboratórios e feiras de ciências. Fonte: http://esocite2017.com.br/anais/beta/trabalhoscompletos/gt/34/esocite2017_gt34_boliviaPriscilaSoaresDeSa.pdf
Cada passo desse processo ensino-aprendizagem foi problematizado e garantiu a autonomia para que os(as) alunos(as) testassem suas hipóteses, desenvolvendo o espírito científico com base em um terrário nos moldes sugeridos pela professora e, na elaboração de outros, testando as ideias dos(as) alunos(as). Resultado? Muita interação, cooperação, descobertas e questionamentos.

 

 
Galerias
Oficina de Terrários com os nonos anos



Oficina de Terrários com os nonos anos



Conheça nossa infraestrutura
Conheça o site oficial de Madre Clélia
Agendamento de Visitas Alunos Novos 2018
BN Lista de Materiais 2015BN Lista de Livros 2015BN MatrículasBN ReflexãoLista de Livros ParadidáticosBN Seguro EducacionalAPP Conecte-seBN Bolsas FilantropicasBN UnifomesMexa-seSport School
Relatório de Atividades 2016 IASCJ Entidade Filantrópica IASCJ
Galerias de Fotos
Revistas Digitais
  • Sagrado Notícias
  • Revista Escola em Pastoral
Vídeos