PEC procura melhorar interação social através da ioga

Imagem da Notícia
Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a adolescência é definida como um período biopsicossocial, em que ocorrem modificações corporais e de adaptação a novas estruturas psicológicas e ambientais, que conduzem o indivíduo da infância à idade adulta. É na adolescência que o indivíduo toma consciência das alterações que ocorrem no seu corpo, gerando um ciclo de desorganização e reorganização do sistema psíquico, diferente em cada sexo, mas com iguais complicações conflituosas inerentes à dificuldade de compreender a crise de identidade1.
Em nossa sociedade é cada vez mais recorrente o desenvolvimento de distúrbios psicológicos e psiquiátricos envolvendo adolescentes, que por sua vez acabam apresentando comportamentos conotados como indisciplinados e até mesmo hostis, pois envolvem agressões verbais, físicas, destruição de objetos e podem culminar, ainda, na perda de suas próprias vidas². A partir desses conflitos, que destacam-se principalmente na adolescência, o psiquiatra americano Daniel Siegel, professor da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, e diretor do centro de pesquisas Mindfullness afirma incisivamente que: “o comportamento adolescente não é um efeito da emergência da personalidade ou da invasão hormonal do período”. Para ele, que estuda as transformações da mente adolescente há pouco mais de duas décadas, a remodelação por que o cérebro passa entre os 12 e os 24 anos é a principal responsável pelas atitudes impulsivas, rebeldes ou depressivas dos adolescentes. Queda na produção dos neurônios ou o aumento da atividade do circuito de recompensa seriam a explicação para os conflitos e questionamentos da fase.
Assim, um dos Projetos de Ensino Científico (PEC) do Ensino Médio do Sagrado vem desenvolvendo uma proposta de compreensão da adolescência e como essa fase do desenvolvimento implica em uma série de sentimentos, ações e posturas que devem ser profundamente refletidas para serem de fato uma ponte para a construção de um(a) cidadão(ã) pleno(a), responsável, empático e ativo diante de si mesmo.
Diante disso, no dia 15 de agosto, o projeto intitulado “Conflitos na adolescência - 13 reasons why: We should discuss it!”, orientado pelas professoras Amanda (Literatura), Cris (Inglês), Glenda (Biologia) e professor Wadson (Técnicas de Redação) contou com a colaboração do professor Wilker Farias Alves, bacharel e licenciado em Educação Física, personal do bem-estar, em uma prática muito significativa e cada vez mais emergente em muitos países: a ioga.
A ioga é uma filosofia oriental milenar que no Ocidente foi adquirindo novos conceitos e em escolas internacionais vem ganhando cada vez mais espaço para desenvolver a saúde física e mental, através da prática corporal e respiração adequadas, alongamentos, concentração, meditação e relaxamento.
Independente da idade dos 45 alunos do projeto, que varia dos 14 aos 17, percebemos que a ioga apresentou fatores similares em acalmar nervos e melhorar a interação social.
¹ Wisniewski, E. D., Cristovam, M. A. S.; Osaku, N. O. Conflitos na adolescência: uma avaliação dos alunos do 7° e 8° ano do ensino fundamental - Cascavel-PR. Revista Oficial do Núcleo de Estudos da Saúde do Adolescente / UERJ. Vol. 13 nº 3 - Jul/Set - 2016
² Almeida, S. M. N.; Alencar, M. L.; Fonseca, A. S. A. Programa de Mediação de conflitos escolares. Actas do X Congresso Internacional Galego-Português de Psicopedagogia. Braga: Universidade do Minho, 2009 .ISBN- 978-972-8746-71-1
Galerias
PEC procura melhorar interação social através da ioga



Conheça nossa infraestrutura
Agendamento de Visitas Alunos Novos 2018
BN Lista de Materiais 2015BN Lista de Livros 2015BN MatrículasLista de Livros ParadidáticosBN Seguro EducacionalAPP Conecte-seBN Bolsas FilantropicasBN UnifomesMexa-seBN Reflexão
Relatório de Atividades 2016 IASCJ Entidade Filantrópica IASCJ
Galerias de Fotos
Revistas Digitais
  • Sagrado Notícias
  • Revista Escola em Pastoral
Vídeos