História

Flashes sobre a História do Colégio Madre Clélia Merloni

A cidade de Adamantina no Estado de São Paulo conta com a presença das Apóstolas do Sagrado Coração de Jesus desde o início da década de 1950, quando aqui chegaram as primeiras Irmãs. Naquele tempo já se percebia no meio da sociedade adamantinense a intenção de fundar um orfanato na cidade, cuja administração deveria ser confiada a alguma Congregação Religiosa.

Destaca-se, neste momento histórico, a generosidade dos pais da querida e saudosa Irmã Maristela de Lima; o Sr. Jamil de Lima e a Sra. Cecília Bechara Lima que doaram ao Instituto, a área para a futura construção do prédio onde mais tarde funcionaria o Educandário “Madre Clélia”. Foi assim que no dia 30 de março de 1950 foi lançada solenemente a pedra fundamental para a referida construção.

Descrição: madre clélia 001
Fachada do Colégio Madre Clélia em 1951
Fonte: Arquivos pessoais de Therezinha Tófoli

 

Pela primeira vez no Brasil, Madre Clélia Merloni, a fundadora do Instituto das Apóstolas do Sagrado Coração de Jesus é homenageada numa Obra Educacional para crianças, adolescentes e jovens, tendo, como referência, o seu grande desejo: Ver o Coração de Jesus Reinar nestes corações.

A história estava apenas começando. Assim no dia 15 de janeiro de 1951, chegavam à Adamantina Irmã Imaculada Gulin acompanhada das quatro Apóstolas: Irmã Clemens Brandão, Irmã Leonísia Scrocoro e Irmã Anna Festa, sendo estas  as pioneiras da nova Missão Educacional. Em fevereiro do mesmo ano iniciaram-se as aulas do Curso Primário, em regime de externato feminino, com aproximadamente 130 alunas.  Em relatório submetido aos órgãos competentes do MEC (Ministério da Educação e Cultura), para aprovação do curso ginasial, consta toda a organização das salas, disciplinas e respectivos professores. Desta forma, tudo ficou preparado para o Ginásio que passaria a funcionar mais tarde, assim como o curso Normal.

Irmã Berchmans Zuchetto foi a primeira diretora. Enfrentou muitas dificuldades.  Porém, não faltava a ajuda de pessoas generosas da cidade e região. Por isso, em pouco, conseguiram um ônibus e o motorista Sr. Constante Ortolan, responsável pela locomoção das alunas e das Irmãs. Mais tarde o ônibus foi substituído por uma Kombi.

madre clélia No ano de 1954, com o apoio do prefeito Euclydes Romanini, a Superiora Geral Madre Speranzina Morelli vindo de Roma para visitar as obras do Instituto, aceitou a proposta para iniciar a construção do atual prédio na área central de cidade, cujo início se deu oficialmente no dia 27 de outubro de 1955. No ano seguinte (1956) teve início a primeira turma do Curso Normal.

Foram mais de dois anos para que tudo ficasse pronto para a mudança do antigo prédio para o novo, cuja inauguração aconteceu na festa de São José, a 19 de março de 1958.

 

Com as instalações aprovadas pelo MEC (Decreto nº 36.187/60), foi também reconhecida a Escola Normal Particular Madre Clélia de Adamantina.  A partir de 1960, o Colégio começou o Internato, acolhendo as alunas procedentes da região e de outros Estados como: Paraná, Mato Grosso, Rondônia, Pernambuco, etc.

Irmã Consolata Gasparini (responsável pelo Internato de 1963 a 1974), sendo entrevistada por uma mestranda, ao se referir sobre aquele tempo no Colégio Madre Clélia, assim se expressou: “Era uma época muito necessitada de internatos, pois não existiam escolas suficientes na região de origem daquelas jovens. Por isso, houve necessidade de criar o Internato, onde os pais pudessem confiar as suas filhas. Neste período passaram pelo Internato Madre Clélia, cerca de 1000 alunas, resultando uma média anual de 80 internas”.

Ao longo das décadas o Colégio Madre Clélia sempre tem se destacado em mudanças e realizações que o fazem crescer e se enriquecer em experiências educacionais.  É o Amor do Coração Maior que o move em todas as dimensões; desta forma, a sua história se entrelaça com a de Adamantina e região.  Por vários motivos o Colégio foi fechado no final de 1977. Deste tempo até 2001 no prédio do Colégio funcionou o Educandário ligado a alguns Projetos Sociais.

No ano de 2002, depois de 23 anos, o COLÉGIO MADRE CLÈLIA reinicia as suas atividades educativas. Era o dia 10 de março de 2002, Festa de nascimento de Madre Clélia, quando, solenemente, o Colégio volta com um novo vigor, envolvendo a Comunidade adamantinense, os professores, colaboradores e os pais que acreditam nas palavras de Madre Clélia: “EDUCAR É UMA OBRA DE AMOR”.

10 de março de 2002

Nesta data de reabertura assumiu como a responsável pela Comunidade Religiosa e Diretora Pedagógica do Colégio Madre Clélia a Irmã Hélia Sange Rodrigues Moreira.

Até hoje, nota-se que a sua estrutura física está intimamente ligada à filosofia religiosa, segundo o Carisma da Serva de Deus Madre Clélia que é fundamentado na espiritualidade do Coração de Jesus – A Verdadeira Fonte de todo o Bem. Desta forma, o Colégio Madre Clélia tem como

Visão: Ser uma Instituição Educacional de excelência, reconhecida nos locais onde atua.

Missão: Oferecer uma educação acadêmica, cristã, que assegure a formação de cidadãos reflexivos, autônomos, éticos, criativos, solidários e socialmente responsáveis. Tudo isto baseado nos

Valores:

  • Evangelho
  • Espiritualidade do Coração de Jesus
  • Pedagogia Cleliana
  • Ser Presença.

Em março de 2015, assumiu a direção pedagógica do Colégio Irmã Nádia Cristina dos Santos, juntamente com a administradora Irmã Alice Garcia de Morais, compondo assim a Comunidade Religiosa com Irmã Floripes S. Simioni, Irmã Brígida C. Cunha, Irmã Mary Yamashita e Irmã Elisa M. Toseli.


(Irmã Mary, Irmã Brígida, Irmã Floripes, Irmã Elisa, Irmã Alice, Irmã Nádia)

Atualmente (2015) o Colégio Madre Clélia conta com, aproximadamente, 500 alunos, presentes nos níveis da Educação Infantil e Fundamental. Agradecemos a todos que fazem parte da Família Cleliana, em especial aos pais que confiam seus filhos na Sagrado - Rede de Educação.

 

Conheça o site oficial de Madre Clélia
BN Unifomes BN Bolsas FilantropicasBanner Regulamento CEF Campanha de Matrículas 2017Livros Noite de Autógrafos 2018Lista de Materiais 2019
Relatório de Atividades 2016 IASCJ Entidade Filantrópica IASCJ
Galerias de Fotos
Revistas Digitais
  • Revista Escola em Pastoral
Vídeos